Others

Recurso Chega ao Aplicativo após Integração com a Any.do


O WhatsApp recebeu uma integração com a plataforma de organização de tarefas (Any.do). A parceria permite a criação de tarefas, receber lembretes e marcar compromissos usando o aplicativo de mensagens. Todas as funções agendadas serão avisadas para o usuário, via notificação.

A união foi anunciada no blog da Any.do, detalhando como a integração funcionará. Será possível, por exemplo, encaminhar os lembretes para seus contatos e ainda ter a possibilidade de receber uma notificação, quando uma tarefa sua estiver vencida.

Todos os lembretes ou tarefas adicionadas serão sincronizadas automaticamente, entre o WhatsApp e o Any.do, para que não haja preocupações em perder o controle de suas listas. Para usar a função, é necessário ter uma conta Any.do premium (US$ 2,99 por mês - cerca de R$ 12,50), para integrar as plataformas.

Segundo o site da parceria, o recurso está disponível em todos os dispositivos e em todo o mundo. Para habilitar a função em seu celular, siga o passo a passo a seguir:

A partir do aplicativo Any.do:

- Verifique se você possui uma conta do Any.do (premium);
- Vá em Configurações - Integrações -> WhatsApp;
- Adicione seu número de telefone e toque em enviar;
- Digite o código de seis dígitos que você recebeu, via texto e toque em confirmar;
- Ligue seus lembretes e comece a enviar mensagens para criar tarefas.

Também é possível vincular suas contas do WhatsApp e do Any.do, pelo https://whatsapp.any.do/pt/index.html.

 










A cidade de Santos, no litoral paulista, acabou de ganhar novos patinetes elétricos da Uber. Os pequenos veículos começaram a operar nesta terça-feira (03/12/2019) e fazem parte do esforço da empresa para reunir, em um único aplicativo, diferentes meios de transporte.

 

“Estamos muito empolgados em trazer os patinetes elétricos da Uber para o Brasil, começando por Santos, uma cidade sempre aberta à inovação e que tem uma boa infraestrutura cicloviária. Com esse novo serviço, queremos continuar ajudando as pessoas a se deslocar sem ter que depender de um carro particular, contribuindo para redução dos congestionamentos e da poluição urbana”, explicou Ruddy Wang, diretor de Novas Modalidades da Uber no Brasil.

Os patinetes elétricos da Uber chegam à Santos com preços competitivos: para desbloquear o veículo, o usuário desembolsa R$ 1,50 e, durante o tempo em que estiver utilizando-o, gasta mais R$ 0,75 por minuto – um bom custo-benefício para deslocamentos curtos.

Para instruir os usuários santistas sobre a nova categoria de transporte, a Uber preparou uma série de materiais educativos para relembrar as regras de trânsito e dicas para garantir a segurança. O conteúdo está disponível integralmente no site da empresa, no próprio aplicativo e, também, será distribuído em panfletos na atual área de operação, que vai da Ponta da Praia ao Emissário.

Para aumentar ainda mais a segurança, a Uber firmou uma parceria com a Centauro para oferecer um desconto de 40% na compra de alguns modelos de capacete.

Vale lembrar que, para utilizar os patinetes elétricos da Uber, não é necessário baixar nenhum outro aplicativo, já que a nova opção de transporte vai aparecer, assim que o usuário que estiver dentro da área de operação, depois de atualizar o Uber em seu smartphone.








Curiosidades

Sobre

Modern Talking


a) Modern Talking foi uma dupla musical alemã de sucesso, composta por Dieter Bohlen e Thomas Anders. Foi o grupo musical mais próspero na Alemanha (por vendas). Suas composições eram cantadas em inglês.


b) Entre tantos sucessos de Modern Talking, a música mais conhecida da banda foi You’re My Heart, You’re My Soul. Só não vieram ao Brasil. Não se sabe o porquê que nunca estiveram aqui. Modern Talking fez vários discos nos anos 80. Depois que Dieter Bohlen revolveu se aposentar, Thomas Anders resolveu fazer sua carreira solo. Mesmo só, ele é o máximo.


c) Os singles “Win The Race” e “Ready For The Victory” foram escritos à pedido da estação de TV alemã RTL, para a sua transmissão das corridas de Fórmula 1.


d) Modern Talking foi a única banda a ter 5 singles consecutivos (número 1 na Alemanha).

 

Modern Talking:

https://mega.nz/#!kgFDgKjC!7vPl4PMMPgaOcoQuOYDohA6ccZnAzSGeOR5pJcVhAl0








Plataforma Online Oferece 100 Mil Vagas Gratuitas em Cursos de TI e Programação!


Iniciativa Pretende Capacitar Mão de Obra e Identificar Talentos em Tecnologia!

A Digital Innovation One, plataforma gratuita de educação tecnológica, e o SEPROSP (Sindicato das Empresas de Processamento de Dados e Serviços de Informática do Estado de São Paulo) renovaram o convênio na oferta de cursos gratuitos com foco na área da programação e desenvolvimento de software. Os interessados podem aprender JavaScript, HTML, React, Banco de Dados, Python, Git, Blockchain e Inteligência Artificial, em jornadas de 40 horas para cada módulo e com direito a certificado aos concluintes.

Quem quiser aproveitar as bolsas de estudo devem acessar o site da plataforma e realizar um cadastro. Vale lembrar que o projeto não é destinado apenas a estudantes, então se você já é profissional e quer adquirir conhecimento ou simplesmente tem curiosidade sobre como funciona a programação, pode aproveitar essa oportunidade para aprimorar o que já sabe. Também é possível receber uma análise do perfil individual, com as competências que ainda precisam ser desenvolvidas para que o usuário se torne mais competitivo no mercado, bem como quais cursos disponíveis ajudarão nessa capacitação.

Desde fevereiro deste ano, a plataforma atendeu a mais de 35 mil alunos interessados na área de programação. Agora, a intenção é alcançar 100 mil alunos através do serviço, que foi ampliado recentemente a fim de facilitar e democratizar sua utilização.

“As empresas precisam acelerar, está vindo cada vez mais, uma demanda maior e mais global. A concorrência hoje é transversal e coloca os negócios em grande pressão pela eficiência e resultados rápidos. Então a SEPROSP veio com a gente para propiciar competitividade às empresas de tecnologia, por meio dos treinamentos. Nosso currículo é flexível, com um ecossistema open education escalável, alinhado às principais tecnologias e inovações, para formar novos talentos, que poderão suprir lacunas existentes no mercado”, explicou Iglá Generoso, CEO da Digital Innovation One.

Além das empresas que têm utilizado a plataforma da Digital Innovation One para recrutar profissionais especializados, mais de 120 instituições de ensino também se tornaram parceiras do programa para estimular a participação dos alunos nos cursos e permitir que eles conquistem uma formação mais próxima com a realidade do mercado, além de entrarem na vitrine do mercado profissional.

“A educação e formação de profissionais é uma de nossas prioridades para fortalecer as empresas do setor de tecnologia da informação, fato que contribui diretamente para a competitividade e desenvolvimento socioeconômico”, afirmou Luigi Nesse, presidente do SEPROSP.









O planejamento financeiro é uma prática indispensável para quem deseja ter um fim de mês tranquilo e juntar uma grana. Estabelecer um controle sobre as contas também é útil para que você entenda seus gastos. Infelizmente, nem todo mundo sabe como economizar dinheiro de maneira efetiva, sem comprometer o orçamento e a qualidade de vida.

Pensando nisso, listamos 5 dicas para ajudá-lo a poupar e ver sua conta sempre no azul. São recomendações aparentemente simples, mas que podem fazer bastante diferença em seu cotidiano.

Vamos lá?!

Como economizar dinheiro?


1. Pague o total da fatura do cartão de crédito
Muitas vezes, usar o cartão de crédito pode ser inevitável, já que algumas compras só podem ser realizadas a partir desse meio de pagamento. Ainda assim, prefira compras no débito ou em espécie. Desse modo, fica mais fácil controlar o que você gasta.

Além disso, os altos juros cobrados quando não pagamos o total da fatura podem ser uma verdadeira armadilha. Poucas coisas drenam tanto dinheiro do nosso bolso, como juros acumulados de cartão. Sempre que possível, pague à vista. E não esqueça, ao usar o cartão, mantenha a fatura em dia.

 

2. Não compre por impulso
Cosméticos, itens decorativos, tecnológicos e de vestuário são adquiridos, na maioria das vezes, mais por impulso do que por necessidade. Tente fugir desse cenário, já que essas compras também podem minar o orçamento aos poucos. Uma dica é sair da loja e dar uma volta antes de comprar. Se você realmente precisar ou quiser aquilo, irá voltar uma hora para buscar, caso contrário, a probabilidade de esquecer o mimo é bem grande. Faça o teste!

Isso não quer dizer que você não deve realizar seus desejos do consumo. Se você quiser muito comprar um smartwatch, por exemplo, faça uma pesquisa de marcas, modelos e ofertas antes de ceder às promoções.

 

3. Registre seus gastos e ganhos
Simples assim: Registre tudo o que você recebe e também o que você gasta. Há uma série de aplicativos desenvolvidos exclusivamente para controle financeiro. Se achar melhor, você também pode anotar manualmente.

A ideia é que, depois de um tempo, você consiga dividir seus gastos em categorias (alimentação, transporte, saúde etc.). Com isso, será possível saber para onde vai seu dinheiro e o que pode ser feito para melhorar ainda mais a economia mensal.

 

4. Faça adequações em seus planos
Verifique se seus planos de celular, TV e internet são condizentes com o uso que você faz deles. Pode ser viável fazer algumas adequações para aliviar seu orçamento e continuar usufruindo desses serviços.

 

5. Crie o hábito de poupar
Pode ser muito ou pouco (5% ou 30% do que você recebe), mas o que interessa mesmo é poupar o quanto você puder. Faça disso um hábito e separe essa quantia assim que receber seu salário.

Quais são os benefícios da economia de dinheiro?


Além da vantagem mais evidente (melhorar sua situação financeira), você terá mais autonomia para planejar seu futuro e tomar decisões importantes, que envolvem quantias significativas: Fazer uma pós-graduação, viajar para fora do país, comprar um veículo ou um imóvel e assim por diante.

Não é tão difícil saber como economizar dinheiro, concorda? Basta tomar algumas precauções e em pouco tempo você verá a diferença no seu bolso.







5 Histórias de Horror

Envolvendo a Black Friday

O dia mais esperado do ano para quem gosta de comprar coisas com descontos. Se você é do tipo que acha que só no Brasil as coisas dão errado quando o assunto é a Black Friday, precisa conhecer algumas histórias absurdas que acontecem na gringa.

 

A verdade é que no Brasil a tradição é mais recente e para ajudar nesse sentido, a galera do Tec Mundo está fazendo uma varredura nos preços, selecionando as ofertas que realmente valem a pena, então é sempre bom dar uma conferida.

 

Nos EUA, principalmente, as pessoas chegam a perder a razão em busca das melhores ofertas, transformando lojas em verdadeiros campos de batalha. A seguir, confira algumas histórias absurdas envolvendo a Black Friday:

1 – A TV dos Sonhos


Em 2012, um homem de Springfield, Massachusetts, resolveu comprar a TV que tanto queria (gigantesca, de tela plana e cheia de atrativos). Para isso, ele saiu de casa às 01h30 e levou o filho da namorada junto, para que a criança de dois anos não ficasse sozinha em casa.

O problema é que ele deixou o enteado trancado no carro, e isso é uma coisa que as pessoas precisam parar de fazer urgentemente. O cara ficou tão feliz por ter encontrado a TV que tanto queria, que esqueceu que estava de carro e voltou para casa a pé, carregando o trambolho sabe-se lá como. O homem foi encontrado mais tarde em casa pela polícia. Sabe o que ele estava fazendo? Assistindo a TV.

2 – Tudo Pelo Rádio


De novo, mais um caso de 2012. Um homem de 62 anos foi para o Walmart comprar um rádio para o neto. Depois de ficar cinco horas na fila, ele descobriu que não havia mais rádio algum. Determinado, ele foi até outra loja da rede, na esperança de encontrar o mesmo produto em promoção. Até aí, tudo bem, era só mais um consumidor louco por um desconto.

No meio do caminho até a outra loja da rede, porém, o homem se viu “empacado” no trânsito graças a uma motorista que, na opinião dele, estava dirigindo muito devagar. A solução? Parar ao lado do carro dessa motorista, sacar uma arma e disparar em direção ao veículo.

Acontece que aquele não era, definitivamente, o dia de sorte do vovô à procura de um rádio para o neto. Quem estava no carro ao lado era uma mulher cujo marido era um sargento que, olha a coincidência, estava atrás do veículo do vovô nervosinho e viu toda a cena. O final da história foi, claro, bastante diferente do que o senhor esperava. Em vez de voltar para casa com um rádio, ele acabou indo parar atrás das grades.

3 – Como se Dar Bem nas Filas?

Spray de pimenta, é claro!


Como é que ninguém tinha pensado nisso antes? A confusão da Black Friday é tão grande e a movimentação das pessoas é tão intensa que em 2011, uma mulher resolveu tirar seus concorrentes do caminho de uma maneira bem peculiar:

Ela estava também em uma das lojas do Walmart quando sacou um spray de pimenta da bolsa e borrifou a iguaria nos olhos de pelo menos 10 clientes que estavam em seu caminho. O pior não é isso. Na hora do ocorrido, ninguém percebeu a tática absurda da moça e ela conseguiu comprar tudo o que queria.

 

4 – Erro Extremo


A gente até faz algumas piadinhas com a loucura que as pessoas e especialmente, os norte-americanos, têm pelas promoções da Black Friday, mas alguns casos são extremos demais e nos fazem pensar: Vale realmente tudo por um desconto?

De novo, mais um caso no Walmart. Em 2008, um funcionário da loja foi pisoteado até a morte quando uma multidão de pessoas loucas por descontos invadiu o estabelecimento, numa correria alucinada. Além do funcionário, outras quatro pessoas ficaram feridas com o ocorrido.

Tudo começou às 5 horas da manhã, quando 2 mil pessoas tentavam derrubar as portas da loja, que ainda estavam fechadas. Preocupados, os funcionários formaram uma barreira humana para tentar impedir a invasão, mas a multidão derrubou as portas e entrou na loja.

Não para por aí: Quando os clientes foram informados de que um funcionário havia morrido e que eles deveriam sair do local, muitos ficaram indignados por precisarem ir embora. “Como você pode tirar a vida de um homem para economizar US$ 20 em uma TV?”, disse um dos funcionários.

5 – Mais Um Caso Trágico


Assim que o relógio marcou meia-noite, na Black Friday de 2011, um homem de 61 anos passou mal dentro de uma loja e desmaiou no corredor. Geralmente, quando uma pessoa cai no meio de um estabelecimento comercial, as outras pessoas correm para ajudá-la de alguma forma, mas era Black Friday e os outros clientes simplesmente começaram a pular por cima do corpo do homem caído.

Uma enfermeira que estava na loja viu o ocorrido e chamou uma ambulância, mas o homem acabou morrendo depois, no hospital. Amigos e familiares ficaram indignados e disseram acreditar que ele poderia ter se salvado se tivesse recebido ajuda mais cedo.

 

 







Irmãos Rebouças:

Os Primeiros Engenheiros Negros do Brasil

A influência provavelmente surgiu do convívio com um personagem que os acompanhava desde a infância. O pai, Antônio Pereira Rebouças, foi um importante advogado negro que atuou em um papel de destaque, sendo conselheiro de Dom Pedro II.

Considerados os primeiros homens afrodescendentes brasileiros a ingressarem na Universidade, os irmãos contribuíram com notoriedade para o desenvolvimento urbano do país. Ambos cursaram engenharia na Europa e retornaram ao Brasil para trabalhar na construção de estradas (ramo no qual eram especialistas).

Inicialmente, assumindo a incumbência de impulsionar o crescimento da província de Curitiba, participaram de projetos que foram fundamentais para a cidade. Segundo o jornalista e pesquisador, Jorge Narozniak, o primeiro trabalho dos Rebouças foi liderando a construção da Estrada da Graciosa que ligava o planalto ao litoral paranaense.

Desenvolvimento Urbano


A construção da Estação Ferroviária de Curitiba, também orientada pelos irmãos, trouxe a cidade um intenso desenvolvimento. Surgiram novas ruas, como a famosa Rua da Liberdade, importantes prédios públicos, como o Palácio da Liberdade e o Palácio do Congresso, sedes do poder Executivo e Legislativo, respectivamente, além da instalação de fábricas nas proximidades da nova estação. Esse feito transformou esta região em uma área estratégica para a cidade.

Outras obras como o chafariz da Praça Zacarias, o Parque Nacional do Iguaçu e a ferrovia Paranaguá-Curitiba, considerada a maior obra férrea Nacional, foram heranças deixadas pelo trabalho destes irmãos, que evidenciam a importância histórica de ambos.

Além destas, André também foi responsável por projetos grandiosos na cidade do Rio de Janeiro, tais como o plano de abastecimento de água da cidade, a construção das docas da Alfândega e das docas D. Pedro II.

O Envolvimento Com a Luta Abolicionista


Em 1874, diante da tristeza pela morte do irmão Antônio, André se envolve nas lutas contra o trabalho escravo no Brasil. Participando da fundação de sociedades abolicionistas de destaque, como a Sociedade Brasileira contra a Escravidão e a Sociedade Abolicionista, foi uma das vozes mais prestigiadas nessa luta, ao lado de Olavo Bilac e Machado de Assis.

Após a assinatura da abolição pela Princesa Isabel e o acirramento dos conflitos que desencadearam na proclamação da República, André, que era fiel a monarquia, partiu para o exílio na Europa junto com a família real. Perturbado pelo exílio e pelo estado de saúde debilitado, morre aos 60 anos, na Ilha Madeira, sem nunca mais ter voltado ao Brasil.

 








Os novos modelos de celular reúnem uma quantidade cada vez mais impressionante de recursos, concorda? Ainda assim, isso não quer dizer que o telefone fixo deixou de ser mais uma boa alternativa para o dia a dia.

 

Aliás, muito pelo contrário, pois ele se mostra uma ótima opção para que você se comunique com sua família e seus amigos, além de ser um verdadeiro porto seguro em verdadeiros momentos críticos. Já pensou ligar, se o celular fica sem bateria na hora de uma emergência real?! Além disso, o fixo ainda é fundamental em escritórios e empresas.

 

O telefone fixo é um meio de comunicação econômico e estável, ele está associado a outros serviços importantes, como TV por assinatura e pacotes de banda larga. A qualidade das ligações também merece ser destacada.

 

Confira neste conteúdo por que ainda vale muito a pena contar com esse tipo de serviço. Vamos lá?!

Por que ter um telefone fixo?


De acordo com a Anatel, ao fim de março de 2018, o Brasil tinha pouco mais de 40 milhões de linhas ativas de telefonia fixa. Você sabe o que ainda leva tantas pessoas a utilizar esse meio? Isso ocorre porque o fixo oferece três aspectos indispensáveis para quem deseja se comunicar bem:

Economia;
Estabilidade na chamada;
Segurança.


Além da comodidade de ter um número para a sua casa, é uma excelente forma de falar sempre que quiser com as pessoas que você gosta. Por exemplo, se você tem parentes de mais idade que não moram com você, sabe como é importante dar uma atenção especial a essas pessoas.

 

Trata-se do meio de comunicação preferido de gerações da melhor idade e com o telefone fixo vocês podem falar à vontade, sem se preocupar com os gastos dos dados, minutos, ou mesmo consumo de bateria. Ou seja, vocês trocam receitas e falam sobre o que for, sem neuras.

 

Quais são os benefícios do telefone fixo?


Fazer ligações de qualidade
Quantas vezes o seu sinal estava ruim e foi difícil escutar o que a pessoa falava do outro lado da linha do celular? Independentemente da operadora, as instabilidades na rede são inerentes à telefonia móvel. Uma tempestade, por exemplo, pode prejudicar bastante a qualidade da ligação. Por outro lado, os telefones fixos oferecem uma conexão estável e uma comunicação clara e sem interrupções.

 

Falar quanto e quando quiser
Sabemos que existem ótimos planos para celular, mas ainda assim, eles também têm limitações, principalmente aqueles que são pré-pagos. Não é nada legal quando os créditos acabam, não é mesmo?

No fixo isso não acontece. Muitos planos são ilimitados e em casos de urgência, você simplesmente telefona pra quem precisar, sem preocupações. Ou seja, se você mora distante e quando chega em casa do trabalho, gosta de conversar com seus pais e avós, é só fazer a conta. Sem dúvida vale mais a pena.








Você já parou para pensar em algum momento qual seria a maior distância que seria possível caminhar no mundo, de um ponto a outro, sem ter que passar por nenhum rio ou algo do gênero durante o percurso? Bem, certamente alguém pensou e ela passa por diversos países e vários continentes. Mas, sem sombra de dúvida, não é uma tarefa fácil.

Como se calculou o maior trecho

que se pode caminhar no planeta?

           

Um canal do YouTube chamado RealLifeLore teve a curiosidade e a ousadia de fazer esse cálculo, mostrando a maior distância percorrível entre dois pontos da Terra, sem ter que ser obrigado atravessar qualquer trecho pela água (o que demandaria algum tipo de embarcação, obviamente). 

 
Com efeito, ele fez essa estimativa usando o Google Earth, mas teve também de fazer uma parte dessa projeção manualmente, a fim de contornar os "obstáculos da água", ou seja, evitando os rios e afins nessa rota.

 

O tamanho do desafio


Bem, de acordo com as projeções feitas pelo youtuber, a maior distância que se pode caminhar no planeta, sem precisar atravessar nenhum trecho por água, é de 23.068,34 quilômetros. Para se ter uma noção, isso seria o equivale a mais da metade da circunferência da Terra.

Em termos de tempo, levaria-se aproximadamente 194 dias de caminhada ininterrupta para finalizar o percurso. Em um ritmo mais tranquilo, com direito a paradas e tudo o mais, levaria mais de três anos para cumprir o trajeto.

 

Pelo Google Maps (ou Earth) a distância é um pouquinho menor

 

As "pedras no meio do caminho"


Por incrível que pareça, a distância é o menor dos males nessa trilha. De fato, para caminhar todo esse percurso, você terá de enfrentar uma série de obstáculos. A nível de exemplo, terá de passar pelo Zimbábue, que é o lar da Mamba Negra, uma das cobras mais mortais do mundo.

Ao chegar em Uganda, estará atravessando o país com a maior quantidade registrada de casos de malária no mundo. Já no Sudão do Sul, estará no solo de um dos países mais tensos do mundo atualmente, pois ele enfrenta uma intensa guerra civil desde 2013, sem falar na fome generalizada entre a população.

Além disso, terá igualmente que enfrentar o Deserto do Saara, a Síria (que está em guerra) e o temido inverno da Rússia. Boa sorte...

 

 






Esqueça, por um momento, os celulares modernos e as novas tecnologias — nossos recursos para se comunicar nem sempre foram tão bons assim, e muitas pessoas trabalharam para que eles melhorassem. Você sabia, por exemplo, que não existe um consenso sobre quem inventou o telefone?

 

Como se trata de um tema muito interessante, preparamos este artigo. Ao longo do texto, apresentaremos 8 curiosidades sobre o telefone. Vamos lá?

 

1. Dois inventores
Pode parecer confuso à primeira vista, mas podemos dizer que o telefone tem dois inventores. Geralmente, a criação é atribuída ao físico escocês Alexander Graham Bell, que fez seus primeiros experimentos com o meio de comunicação nos Estados Unidos.

Era 10 de março, data em que, até hoje, comemora-se o Dia do Telefone — ele conseguiu fazer a primeira transmissão elétrica de voz em 1876.

Graham Bell registrou a patente da invenção e ganhou fama no mundo todo. Para se ter ideia, até Dom Pedro II — imperador do Brasil na época — ficou entusiasmado com a novidade e encomendou alguns aparelhos para o nosso país.

Apesar disso, em 2002, uma resolução tomada no Congresso dos Estados Unidos apontou o italiano Antonio Meucci como o verdadeiro responsável pelo feito. Sem a pretensão de ficar famoso e com dificuldades financeiras, ele vendeu o direito de patente, mas a criação era de fato sua — ela ocorreu em 1860, aproximadamente, e deu origem ao precursor do telefone, chamado de teletrofone.

 

2. Rivalidade
Ainda muito útil nos dias de hoje, o telefone fixo teve sua patente disputada ao ser inventado e vendido para outras pessoas. Embora já tivesse um atrito com Meucci, Graham Bell precisou rivalizar com o engenheiro eletricista Elisha Gray. Afinal, qual deles levaria os créditos pela criatividade? O mais interessante é que um não sabia da existência do outro.

O escocês foi mais rápido que o norte-americano e conseguiu registrar o direito sobre a invenção com duas horas de antecedência. A partir disso, ele detinha todas as condições legais para dar prosseguimento à execução do projeto, aprimorando-o.

Não por acaso, apesar de todas as polêmicas envolvidas, se você procurar em seu celular quem é o inventor do telefone, é provável que Alexander Graham Bell seja citado na maioria dos resultados.

 

3. Por amor
Atualmente, temos aplicativos de paquera e o WhatsApp para mandar mensagens para o crush. Contudo, bater um papo com o #mozão no século 19 era um pouco mais complicado.

A esposa de Antonio Meucci, Ester Mocchi, tinha uma doença muito grave e, por conta disso, ficou boa parte da vida em repouso na cama. Como cada um deles precisava ficar em um andar da casa — ela descansando, e ele trabalhando —, o inventor teve a ideia de criar um aparelho que facilitasse a comunicação entre ambos, de modo que ele pudesse ajudá-la sempre que necessário.

 

4. Primeiro de muitos
A instalação do primeiro telefone oficial aconteceu no dia 4 de abril de 1877, em Massachusetts. O aparelho foi instalado na casa de Charles Williams Somerville, que era o encarregado de Graham Bell para fabricá-lo.

Como não tinha ninguém com quem conversar, porque as centrais telefônicas não estavam funcionando, ele conectou uma linha ao seu escritório e ligava para a sua esposa, que estava em outro cômodo da casa.

 

5. Telefonista
Pode ser que uma avó ou um tio seu já tenham contado isso para você. De qualquer forma, vale a pena ressaltar essa curiosidade sobre telefone, porque ela é muito distinta da experiência que temos nos dias de hoje.

Os primeiros telefones eram conectados a uma central telefônica gerenciada por uma telefonista que fazia uma espécie de redirecionamento para o número desejado. Você ligava, falava com alguém e essa pessoa mandava a ligação para o destino final.

No Brasil, isso mudou bastante a partir da década de 1960. Na época, os aparelhos começaram a ser fabricados com um mecanismo de discagem que permitia inserir o número desejado de uma vez.

Curiosamente, o primeiro telefone capaz de fazer a discagem direta foi patenteado muito tempo antes, em março de 1889, pelo americano Almon Strowger. A novidade começou a funcionar em 1902, mas a moda demorou a pegar no resto do mundo. Depois, em 1990, os modelos sem fio ganharam popularidade e fortaleceram a ideia de mobilidade, pela qual prezamos tanto até hoje.

 

6. Portabilidade
Antes de a fibra ótica e de o streaming aparecer, o norte-americano Martin Cooper já parecia ser alguém vidrado em séries e filmes que falavam sobre o futuro. Em 1967, ele fez experimentos com um dispositivo que seria um tipo de avô dos celulares atuais. Alguns anos depois, em 1973, realizou a primeira demonstração pública do uso de um celular.

O primeiro telefone portátil tinha 33 cm de altura, 4,5 cm de largura e 8,9 cm de espessura. Ele parece algo gigantesco quando comparado ao iPhone 6, por exemplo, que pesa apenas 129 gramas.

Aliás, se você acha que bateria do seu smartphone demora para ficar “cheia”, saiba que o primeiro celular demandava mais de 10 horas para ficar completamente recarregado. Além disso, ele não conseguia manter uma ligação por mais de 20 minutos.

 

7. Dedos poderosos
Sem a força de nossos dedos, a utilização dos smartphones não teria se tornado tão popular, você não acha? O mais curioso é que os dedos humanos não têm nenhum músculo — eles apresentam apenas 3 ossos (falanges) e alguns tendões.

Os tendões que controlam os ossos em nossos dedos — e são responsáveis por todo o movimento feito na tela do celular — estão ligados a 17 músculos na palma da mão e a 18 no antebraço. Por isso, é provável que você sinta dores nessas regiões ao passar muito tempo mexendo na telinha.

 

8. #Textões
Estima-se que, em 2013, mais de 9 trilhões de mensagens de texto — também conhecida como torpedos ou SMS — foram enviadas em todo o planeta. O alto número se deve ao fato de que apps como o WhatsApp e tecnologias como 3G e 4G ainda não eram tão populares.

E aí, você conhecia ou não essas curiosidades sobre o telefone? É verdade que ele mudou muito de 1876 para os dias de hoje, mas desde o seu aparecimento ele cumpre uma importante função em nossa sociedade!

 






Otto Rahn foi um arqueólogo alemão, homossexual, filho de pais judeus e que era profundamente obcecado pelo Santo Graal. Sua obssessão pelo lendário objeto era tão grande que, mesmo sendo gay e antinazista, aceitou fazer uma espécie de acordo com os alemães para conseguir ter maiores condições de encontrar o almejado artefato.

Um arqueólogo obcecado pelo Graal

Um dos materiais que mais lhe instigou e que teve uma relevância enorme em seus trabalhos foi um poema chamado Parzival, datado do século XIII. Em razão desse poema, Rahn começou a acreditar que os cátaros, seita cristã medieval abominada pela Igreja Católica, poderiam ser a peça-chave para que ele finalmente encontrasse o Graal.

 

A aliança com os nazistas


Após ele ter conhecido pessoalmente o castelo que pertenceu aos cátaros, Rahn escreveu um livro chamado Cruzada contra o Graal, contendo diversas teorias e hipóteses sobre o assunto.

Posteriormente, seu livro chamou atenção de alguém do alto escalão nazista. No ano de 1933, ele recebeu um bilhete com uma proposta para que permanecesse com suas pesquisas sobre o Graal e escrevesse um novo livro para ganhar 1 mil reichsmarks, o que corresponderia a R$ 15 mil atualmente.

Tudo o que ele precisava fazer, antes de mais nada, era ir até o endereço 7 Prinz Albrechtstrasse, em Berlim. O tal oficial da cúpula nazista que havia se interessado por seu trabalho era ninguém menos que Himmler, o comandante da temida SS. Após três anos de insistência, o arqueólogo cedeu à pressão, juntou-se à SS e transformou-se em um oficial não-comissionado.

Ele fez viagens para a França e para a Itália, porém não obteve muito sucesso em suas buscas, não conseguindo encontrar nada que o ajudasse a achar o Graal. Ele chegou a publicar o livro A Corte de Lucifer, no qual contava sobre as novas pesquisas.

A morte de Rhan


Entretanto, o arqueólogo foi encontrado na cama com outro homem. Assim sendo, foi condenado a trabalhar como guarda no campo de concentração de Dachau por três meses.

Revoltado com os horrores que presenciou, pediu demissão de seu cargo na SS. No entanto, a SS lhe deu duas alternativas: se matar ou ser executado. Ele optou pelo suicídio e, em 1939, se deitou na neve para morrer congelado.






Quando falamos em filmes de terror, notamos que a produção cinematográfica permaneceu estagnada durante muitos anos, realizando produções com os mesmos clichês de sempre: vampiros, zumbis, espíritos malignos e serial killers. Era raro nos depararmos com um filme em que o enredo gira em torna da tecnologia.

Contudo, hoje em dia, está cada vez mais comum lançarem filmes em que a falta de cuidado na internet representa um papel de antagonista, retratando uma possível realidade em que a evolução da humanidade tenha caminhado para um rumo diferente daquele que esperávamos.

Neste post mostraremos 4 filmes assustadores para quem morre de medo de ser hackeado, levantando uma reflexão sobre o modo como expomos nossas vidas na internet. Continue a leitura do artigo e confira!

 

1. Ratter (2015)
Ratter é um termo diferenciado para Hacker. Ou seja, quem invade dispositivos eletrônicos, como celulares e computadores, com o objetivo de espionar a vida alheia ou roubar dados pessoais. E é nesse contexto que o enredo de Ratter, o filme, se desenrola.

Emma é uma universitária que mora sozinha em um apartamento Nova York, mas que sequer desconfia que está sendo perseguida por um criminoso que hackeou todos os seus dispositivos eletrônicos e observa sua vida durante 24 horas por dia.

Em um clima de claustrofobia e paranoia, Ratter não é apenas um filme de terror, mas uma lição para que todos sejamos mais cuidadosos ao acessar a internet, principalmente quando expomos detalhes de nossas vidas que divulgamos nas redes sociais.

 

2. Amizade Desfeita (2014)
A trama gira em torno de Laura Barnes que, após ter um vídeo íntimo exposto na internet, comete suicídio. Um ano depois do ocorrido, Laura volta como um fantasma em busca de vingança, procurando o responsável pela divulgação de seu vídeo.

Todo a ambientação do filme é no universo digital em que grupos de amigos conversam por videoconferência e acessam redes sociais. Laura “hackeia” os computadores para revelar segredos obscuros e causar conflito entre os personagens.

O grupo de amigos é intimado a participar de uma espécie de jogo da verdade em que diversas decepções são provocadas, além de colocar suas vidas em risco.

 

3. Last Call (2013)
Você já ouviu falar em realidade aumentada? Para exemplificar de forma simples, é basicamente a mecânica de Pokemón Go, em que os jogadores utilizam um dispositivo móvel para interagir virtualmente com a realidade.

Sendo assim, Last Call pode ser considerado um dos primeiros filmes de terror a imergir os espectadores nesse tipo de experiência. Para isso, é necessário utilizar o smartphone para participar ativamente do filme, decidindo o trajeto que a personagem principal deve traçar.

No período em que o filme foi lançado, uma pessoa aleatória da sala de cinema era escolhida para fornecer seu número de celular e, em determinado momento da história, esse usuário recebia uma ligação de Lindsay, a protagonista, pedindo ajuda. A partir daí, o usuário se tornava um participante ativo do filme. Confira o trailer e entenda a dinâmica do filme:

 

4. Quem Sou Eu: Nenhum Sistema é Seguro (2014)
Ambientado em Berlim, Alemanha, Who I Am conta a história do jovem Benjamin, um famoso hacker no universo virtual, mas um rapaz inseguro e sem iniciativa na vida real.

O filme deixa explícito o quão fácil é — para quem detém conhecimentos profundos de informática — roubar informações, manipular o mercado de ações e hackear até mesmo sites de órgãos governamentais.

Quando está atrás de um computador, Benjamin assume uma personalidade forte, intitulando-se de “mago da tecnologia”. Seu talento notável acaba chamando a atenção de um grupo de hackers que estão dispostos a escalá-lo para a gangue.

Contudo, não é apenas a gangue que percebe as habilidades de Benjamin. Em pouco tempo a Europol (Serviço Secreto Alemão) e um obscuro hacker rival também estão à procura do protagonista da trama. As consequências o levam a questionar até que ponto esse estilo de vida vale a pena.








O universo dos jogos eletrônicos é bastante variado, e quem curte jogar no computador encontra uma infinidade de opções, para todos os gostos. Se você também prefere mouse e teclado nessas horas, é importantíssimo saber quais são os melhores games pra jogar no PC.

 

Continue a leitura deste post e conheça os 8 jogos do momento que mais fazem sucesso entre os gamers de plantão. Vamos lá?

 

1. Fortnite
Imagina cair em uma ilha sem nenhum equipamento, ter que coletar recursos, armas e sobreviver em uma luta contra 100 oponentes? Pois é assim que os jogadores dos chamados Battle Royales se sentem, e é impossível fazer uma lista deste tipo sem citar o título dessa categoria mais jogado da atualidade: o Fortnite.

Esse game, além de gratuito, é um dos mais importantes da atualidade e conta com uma base de jogadores imensa — cerca de 70 milhões. Essa quantidade de players permite uma interação diferente da maioria das experiências que temos em outras plataformas, isso sem falar na estética única e nas centenas de opções de customização para os personagens e armas.

 

2. PlayerUnknown’s Battleground — PUBG
Se o game anterior chamou a sua atenção, mas você curte uma pegada mais realista, o PUGB foi feito para você. O gameplay é o mesmo, contudo, diferentemente do Fortnite, o PlayerUnknow’s Battleground não é gratuito e deve ser adquirido por meio da plataforma Steam.

O título conta com três mapas, dezenas de armas e uma comunidade quase tão grande quanto a do Fortnite. Vale a pena conferir e se desafiar a ser um dos vencedores das disputadas partidas. Porém, vale ressaltar que ele requer um pouco mais de desempenho do seu computador, pois seu visual é voltado para o fotorrealismo.

 

3. Overwatch
Com uma grande variedade de modos, eventos e uma constante atualização da lista de personagens e mapas, Overwatch, da Blizzard, é um dos jogos de tiro em primeira pessoa mais importantes do PC desde o seu lançamento, em 2016 — principalmente pela ótima recepção que ele teve nos cenários competitivos e pela comunidade.

Embora não exista um modo campanha para contar a história por trás de Overwatch, há um trabalho incrível em criar um plano de fundo por meio de interações entre os personagens, quadrinhos que são lançados gratuitamente, animações incríveis e detalhes deixados nos mapas.

 

4. Counter-Strike GO
Quem é do tempo das lan houses sabe o quanto Counter-Strike GO é um dos melhores games para jogar no PC que já surgiram. Altamente competitivo, a clássica disputa entre terroristas e CTs — Counter Terrorists, times baseados em polícias especiais ao redor do mundo — produzida pela Valve, a empresa é uma das responsáveis por instigar milhares de campeonatos locais ao redor do mundo e se tornar embaixadora das ligas profissionais de e-sports.

É claro que, atualmente, o Counter-Strike GO é o mais popular, mas ainda existem muitos servidores com versões antigas do game, como o famoso CS 1.6, razão pela qual muitos gamers mais velhos tenham nicknames estranhos em todas as suas contas, inclusive.

 

5. Rocket League
Curte carros? E se eles tiverem turbinas, forem dispostos em algo parecido com um campo de futebol com bolas gigantescas e puderem fazer todo tipo de salto enquanto tentam marcar gols? Pode parecer estranho, mas é disso que se trata o Rocket League.

Reúna seus amigos, promova torneios, marque a maior quantidade de pontos na partida, colecione todos os modelos de carros e suas opções de customização e, claro, assista bem lentamente ao replay para ver a fúria dos seus oponentes. Fato que é divertido!

 

6. Dota 2
Os jogos do estilo MOBA fazem parte do cotidiano de milhões de gamers ao redor do mundo há um bom tempo. O Dota, ainda em sua primeira versão, quando era um MOD de Warcraft 3, foi o pioneiro e criador do gênero, mas ninguém imaginava o quanto ele se tornaria grande e receberia uma versão melhorada alguns anos depois.

O gameplay consiste em ter dois times separados lutando pelo domínio do mapa e pelo ataque da base inimiga. O jogador controla um dos heróis — entre os mais de 100 disponíveis — que sobe de nível e ganha pontos de maneira independente a cada partida — prepare as centenas de horas na frente do PC.

 

7. League of Legends
Lembra da disputa entre os Battle Royales? Isso também acontece no cenário dos MOBAs: League of Legends é outro gigante entre os melhores games para jogar no PC e é, sem dúvidas, a maior vitrine do e-sports ao redor do mundo inteiro.

Controle heróis, derrote outros jogadores, controle território e se torne o campeão de Summoner’s Rift em partidas extremamente estratégicas e que querem muita agilidade com seu teclado e mouse. O jogo é gratuito, mas há uma enorme variedade de itens que podem ser comprados com dinheiro real ou moedas conquistadas no próprio LoL.

 

8. Minecraft
Achou que a onda de construir mundos por meio de blocos tinha acabado? Achou errado! Minecraft continua a todo o vapor e, atualmente, é possível fazer uma infinidade de coisas com os seus amigos nos servidores do jogo.

Se você não faz ideia de qual game é esse, provavelmente viveu em uma caverna pelos últimos 9 anos, mas não tem problema, a gente explica: Minecraft é um jogo no estilo sandbox que permite a criação de praticamente qualquer coisa com blocos. É ótimo para expandir a criatividade e aliviar o estresse, contudo, tome cuidado porque ele é altamente viciante.

Todos esses títulos vão redefinir o seu conceito de diversão na frente do PC. Porém, para ter uma experiência imersiva e não sofrer com nenhum tipo de lag é preciso contar com uma conexão digna dos profissionais do e-sports.

 







O termo 4G refere-se ao padrão de velocidade na conectividade sem fio. A maioria dos usuários está familiarizada com os padrões 4G, já que grande parte dos smartphones usa esse serviço. Porém, poucos sabem o que realmente esse nome representa. Aliás, você sabe o que é 4G e sua diferença em relação a seu antecessor, o 3G?

Neste artigo, nós vamos explicar que é 4G e mostrar detalhadamente como ocorreu a evolução das redes mobile. Então, continue a leitura e confira!

Primeiramente, o que é 3G?

Quando as redes 3G surgiram, substituíram o sistema 2G. Esta era um protocolo de rede que só permitia o mais básico do que chamaríamos de funcionalidade de smartphone. A maioria das redes 2G manipulava chamadas telefônicas, mensagens básicas de texto e pequenas quantidades de dados por meio de um protocolo chamado MMS.

Com a introdução da conectividade 3G, vários formatos de dados maiores tornaram-se muito mais acessíveis, incluindo páginas HTML, vídeos e música padrão. As velocidades ainda eram muito lentas, principalmente para carregar páginas e dados. Pelos padrões 2G, o novo protocolo foi rápido, mas ainda não chegou perto de substituir uma conexão de banda larga doméstica.

E o que é 4G?

4G é o termo usado para descrever a quarta geração do serviço de rede sem fio. Um grande passo evolutivo em relação ao 3G e até 10 vezes mais rápido do que o seu antecessor.

Os padrões para conectividade 4G foram estabelecidos pela União Internacional de Telecomunicações em março de 2008, exigindo que todos os serviços descritos como 4G aderissem a um conjunto de padrões de velocidade e conexão.

Para uso móvel, incluindo smartphones e tablets, as velocidades de conexão precisam ter um pico de pelo menos 100 megabits por segundo, e para usos mais estacionários, como hotspots móveis, pelo menos 1 gigabit por segundo.

Quando esses padrões foram anunciados, as velocidades foram inéditas no mundo prático, porque elas foram destinadas a desenvolvedores de tecnologia, um ponto no futuro que marcou um salto significativo sobre a tecnologia atual.

Ao longo do tempo, os sistemas que alimentam essas redes também evoluíram, não apenas no sentido de que os novos métodos de transmissão encontraram caminho para o mercado, mas as redes 3G previamente estabelecidas foram melhoradas a ponto de serem classificadas como 4G.

E quanto ao 4G+?

Esse sinal de adição significa velocidades ainda mais rápidas, pois os telefones habilitados para 4G+ podem receber dados de várias bandas no espectro 4G. É o equivalente a obter fibra de banda larga em seu celular. Então, você pode fazer mais e ainda mais rápido.

Quais as vantagens do 4G?

Se você gosta de navegar na web e, especialmente, transmitir vídeo, o 4G é um verdadeiro paraíso. Caso queira conectar seu laptop ao seu link móvel, o 4G faz uma grande diferença. Em geral, qualquer coisa que envolva a transferência de grandes quantidades de dados recebe um enorme impulso de 4G. Mas, tenha cuidado com os limites de dados em seu plano de serviço, pois é fácil se empolgar e ultrapassá-los rapidamente com o 4G.

Se você quer se certificar do futuro, pegue um telefone 4G. A cobertura só vai melhorar. Você pode supor que todos os telefones 4G também suportam as redes 3G e 2G da sua operadora.

Ainda vale a pena ter um telefone 3G?

Existem algumas razões pelas quais você ainda pode se conformar com um telefone 3G.

Se você utiliza seu smartphone principalmente para ligações com uso de voz, você não precisa de dados 4G. Economize dinheiro e a vida da bateria, optando por um dispositivo sem uma rede de alta velocidade.

Caso você more em uma região que não possui cobertura 4G, não há vantagem em utilizar um telefone 4G. Na verdade, você terá sérios problemas de bateria ao adquirir um smartphone LTE e não desativar o 4G LTE, pois a busca do rádio por um sinal inexistente drenará sua bateria rapidamente.

Já sabe qual é o melhor aparelho e tipo de rede para você?

É um verdadeiro heavy user e está louco para colocar suas mãos em um 4G?





A bateria está entre os aspectos mais importantes que devem ser considerados na compra de um aparelho, assim como sistema operacional, memória, tamanho da tela, entre outros.

Se você acha que já está na hora de trocar seu celular, mas não sabe quais são os smartphones com as melhores baterias, este artigo é para você! Confira nossa lista com os 15 celulares com as baterias mais duráveis do mercado e saiba o que fazer para deixar seu aparelho carregado por mais tempo. Vamos lá?!

Tipos de bateria

Vamos começar pelo básico. Existem quatro tipos básicos de baterias para celulares:

  • Baterias de Lítio Polímero: Consideradas as mais recentes, além de muito leves, seu risco de explosão é mínimo;
  • Baterias de Íon-Lítio: São as mais comuns no mercado de smartphones e capazes de carregar rapidamente até 80% de sua capacidade;
  • Baterias de Níquel Híbrido: São modelos grandes, porém sua vida útil é razoavelmente longa;
  • Níquel-Cádmio: Esses modelos não são mais utilizados. Além de antigos, apresentavam problemas de memória.

 

Desempenho

Além da capacidade em mAh (miliampere-hora, medida que informa o tempo de duração da bateria), é preciso verificar também o consumo de energia do aparelho. Por exemplo, se o aparelho consome 350 mA, uma bateria de 3.000 mAh conseguirá abastecer o celular por cerca de 8 horas e meia; se o celular consome 200 mA, uma bateria de 2.000 mAh terá duração de até 10 horas. Ou seja, dependendo do cnsumo de energia do aparelho, uma bateria de 2.000 mAh pode durar mais tempo do que uma de 3.000 mAh.

Existem muitas variáveis que influenciam o desempenho das baterias. Atualmente, elas são projetadas para ter uma duração compatível com o ciclo de vida de um smartphone, ou seja, pelo menos, 1,5 ano. Quando sua vida útil estiver chegando ao fim, você certamente observará uma lentidão no seu aparelho.

Agora, vamos ao que interessa!

Celulares com as melhores baterias

Uma pesquisa comparativa sobre baterias de smartphones descobriu quais são os melhores aparelhos nesse quesito, considerando o ano de 2018. Confira a lista!

1. ​Motorola Moto E4 Plus

Especificações: bateria de 5.000 mAh, sistema operacional Android 7.1.1, velocidade do processador de 1,30 GHz, tela de 5.5 polegadas.

 

2. LG K10 Power

Especificações: bateria de 4.400 mAh, sistema operacional Android 7.0, velocidade do processador 1,50 GHz, tela de 5.5 polegadas.

 

3. ASUS Zenfone 3 Max

Especificações: bateria de 4.100 mAh, sistema operacional Android 6.0, velocidade do processador de 1.4 GHz + 1.1 GHz, tela de 5.5 polegadas.

 

4. Quantum Sky

Especificações: bateria de 4.010 mAh, sistema operacional Android 7.0, velocidade do processador de 2 GHz, tela de 5.5 polegadas.

 

5. Lenovo Vibe K6 Plus

Especificações: bateria de 4.000 mAh, sistema operacional Android 6.0, velocidade do processador de 1.4 GHz + 1.1 GHz, tela de 5.5 polegadas.

 

6. Samsung Galaxy S7 Edge

Especificações: bateria de 3.600 mAh, sistema operacional Android 6.0, velocidade do processador de 2.3 GHz + 1.6 GHz, tela de 5.5 polegadas.

 

7. Moto Z Play

Especificações: bateria de 3.510 mAh, sistema operacional Android 6.0.1, velocidade do processador de 2 GHz, tela de 5.5 polegadas.

 

8. Samsung Galaxy S8+

Especificações: bateria de 3.500 mAh, sistema operacional Android 7.0, velocidade do processador de 2.3 GHz, tela de 6.2 polegadas.

 

9. Samsung Galaxy J7 Prime

Especificações: bateria de 3.300 mAh, sistema operacional Android 6.0, velocidade do processador de 1.6 GHz, tela de 5.5 polegadas.

 

10. LG G6

Especificações: bateria de 3.300 mAh, sistema operacional Android 7.0, velocidade do processador de 2.35 + 1.6 GHz, tela de 5.7 polegadas.

 

11. Xperia XZ2

Especificações: bateria de 3.180 mAh, sistema operacional Android 8.0, velocidade do processador de 2.8GHz, tela de 5.7 polegadas.

 

12. Samsung Galaxy S9

Especificações: bateria de 3.000 mAh, sistema operacional Android 7.0, velocidade do processador de 1.6GHz, tela de 5.2 polegadas.

 

13. Moto G5S Plus

Especificações: bateria de 3.000 mAh, sistema operacional Android 7.1.1, velocidade do processador de 2.0GHz, tela de 5.5 polegadas.

 

14. Moto X4

Especificações: bateria de 3.000 mAh, sistema operacional Android 7.1, velocidade do processador de 2.2GHz, tela de 5.2 polegadas.

 

15. Samsung Galaxy J5 Pro

Especificações: bateria de 3.000 mAh, sistema operacional Android 7.0, processador de 1.6GHz, tela de 5.2 polegadas.

A pesquisa considerou apenas baterias acima da marca de 3.000 mAh. Ainda uma outra pesquisa comparativa selecionou os melhores modelos de aparelho iPhone no quesito. Vale a pena dar uma olhada!

 

Dicas para a bateria do celular durar mais

Existem muitos vilões quando o assunto é o consumo excessivo de bateria. Acesso constante à internet e configurações do visor (grau de luminosidade e tempo que a tela fica ligada) são alguns deles.

Se seu aparelho trava muito e tem mais de dois anos de uso, provavelmente a vida útil da bateria está próxima do fim. Porém, caso seu celular seja novo e você venha enfrentando esse tipo de problema, talvez seja necessário calibrá-la. Para tanto, faça o seguinte:

Calibre a bateria do smartphone

  • Deixe a bateria descarregar completamente;
  • Ligue o aparelho e deixe-o desligar novamente;
  • Conecte seu celular a um carregador e, sem ligá-lo, espere a recarga da bateria até que apareça na tela a indicação de 100% de carga;
  • Desconecte do carregador;
  • Ligue o aparelho.

Caso o problema não seja resolvido, é recomendável que você procure uma assistência técnica autorizada.

 

Mantenha a bateria resfriada

As baterias de lítio apresentam uma grande fraqueza: o calor. Esses modelos se deterioram mais rápido em ambientes quentes. Uma bateria a uma temperatura de 0º C é capaz de perder 6% de sua capacidade ao ano, já a uma temperatura de 25º C, pode perder até 20%.

Ou seja, a temperatura influencia diretamente na perda permanente da capacidade de armazenamento de energia. Por isso, mantenha seu smartphone em locais frescos.

Tome cuidado também com as capinhas. Produtos de baixo custo podem cobrir áreas críticas do aparelho, elevando perigosamente sua temperatura no processo de recarga. Então, o conselho é adquirir capas de qualidade e removê-las do celular durante o carregamento.

 

Utilize o modo avião

A bateria carrega mais rápido no modo avião. Ao ativar essa função, o acesso à rede é desligado, fazendo com que o aparelho realize o mínimo de esforço.

 

Diminua as atividades

Reduza a quantidade de aplicativos em funcionamento e verifique os que estão aberto sem segundo plano.

 

Tome cuidado com carregadores

Sempre dê preferência por utilizar a fonte original do fabricante. Peças falsificadas podem ser perigosas para as baterias de lítio.

 

Evite deixar o Bluetooth ligado

Além de consumir muita bateria, esse recurso pode transmitir vírus e conteúdos indesejados. Logo, mantenha-o desligado caso não precise utilizá-lo.

 

Desative algumas funções

Funções como vibração e volume do toque consomem bateria. Sendo assim, desative-as sempre que possível.

Mesmo os melhores celulares e com as baterias mais duráveis precisam ser conservados. Então não deixe de seguir todas essas dicas se quiser melhorar o desempenho do seu aparelho. Dessa forma, você evita acidentes com a bateria e ainda prolonga a vida útil do componente.






001- A Rede Graal de postos rodoviários tornou-se presente nas estradas brasileiras em diversos estados do Brasil. Tendo surgido para suprir a necessidade das pessoas que viajam por todo o país em busca de um local para fazer uma breve parada e ter uma refeição, atualmente a história sobre a origem da empresa tem sido alvo de certa confusão.

Com o tempo, difundiu-se a história que a Rede Graal pertenceria ao apresentador Gugu Liberato e que o nome da empresa seria um acrônimo para "Grupo Alimentício Augusto Liberato".

A verdade é que a Rede Graal foi fundada pelos irmãos Antônio Eduardo e Manuel da Rocha Alves. Portugueses, imigraram para o Brasil na década de 1940. Estabelecidos em São Paulo, iniciaram sua jornada administrando uma padaria. Percebendo a ausência de um modelo de negócio que oferecesse praticidade aos motoristas nas estradas brasileiras e que era bem comum na Europa, em 1974 abriram a primeira unidade do Graal no quilômetro 461 da rodovia Régis Bittencourt, no estado de São Paulo.

O nome da rede, na realidade, seria uma referência ao Santo Graal.

Com o tempo, novas unidades da Rede Graal foram surgindo e se espalhando pelas estradas. Por meio de diversas estratégias e parcerias com empresas, foi possível transformar a Rede Graal na maior rede de postos de serviços do país. Ainda hoje, os fundadores se mantêm um tanto quanto discretos.

Quanto ao apresentador Gugu, ele detém apenas 25% de participação na unidade da Rede Graal localizada em Barueri, São Paulo, e talvez esse tenha sido um dos motivos que contribuiu para que essa lenda fosse espalhada por aí.




002- O português é um idioma com muitas particularidades e regras. Várias palavras podem ter significados diferentes dependendo da frase em que estão sendo colocadas e, inclusive, a língua possui termos e expressões únicos e que não têm tradução para outros idiomas. 

As palavras sem tradução são originadas pela necessidade de se exprimir uma ideia e demonstram a personalidade da cultura brasileira. Veja quais são elas:

Cafuné: Aquele carinho gostoso que alguém faz durante o filme ou antes de dormir

Farofa: Pra acompanhar qualquer prato, nada mais típico do que uma deliciosa farofinha.

Futevôlei: Uma brasilidade mesmo. O jogo adaptado com a mistura de vôlei e futebol só poderia existir aqui mesmo.

Lindeza: Às vezes não existe uma palavra adequada o suficiente para valorizar a beleza de uma pessoa, por isso o termo é tão utilizado aqui no Brasil.

Saudade: Quando bate, ninguém segura. Essa palavra é exclusiva do português.

Tapioca: Vai muito bem com um café ou um suquinho. Ah essas delícias do Brasil!

Xodó: Aquele apego carinhoso tem nome: xodó. Você tem algum?




003- Há um século, Centralia era uma promissora cidade da Pensilvânia que organizava sua economia e a vida dos moradores em torno das minas de carvão. Em 1870, o local contava com aproximadamente 2.700 moradores e a maioria deles era de trabalhadores das minas ou seus familiares. Entretanto, a cidade que sobreviveu até à Grande Depressão de 1929 não conseguiu superar a tragédia que ocorreu em 1962. 

O problema começou pelo lixo. A cidade possuía diversos aterros sanitários clandestinos e esta era uma questão difícil de resolver. Em 1962, uma grande mina desativada passou a ser usada como lixão. Porém, o conselho da cidade decidiu limpar tal aterro por causa das festividades do Memorial Day, dia em que o país celebra os militares que morreram em combate. 

Essa informação parece irrelevante, mas tem tudo a ver com a tragédia, já que a forma que eles acharam para limpar o aterro foi colocando fogo no lixo. Obviamente, isso causou um incêndio na antiga mina de carvão que se espalhou e continua até hoje. 


A grande proporção que o incêndio tomou deve-se à própria história da cidade com a mineração. Como esta sempre foi a atividade principal do local, havia muitas minas desativadas no subsolo e quando a que servia como aterro foi incendiada, o fogo se espalhou pelo labirinto de antigas minas sob o solo de Centralia. 

As tentativas de apagar o incêndio foram fracassadas. O desafio é justamente a extensão do fogo que precisaria de muita água para ser apagado ou de escavações caríssimas. Então, a solução mais barata e fácil foi remover os moradores do local e abandonar a cidade. 

O fogo continua na cidade até hoje, o que faz com que o solo queime a uma temperatura de mais de 400 ºC e gases nocivos subam até a superfície. Assim, ela continua abandonada e deve continuar por muito tempo. Atualmente, a maior atração do local é a rodovia que cortava a cidade e foi transformada em um grande mural de grafite a céu aberto.




004- Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) criaram um minifígado em impressora 3D utilizando amostras de sangue de três voluntários. O objeto é capaz de exercer as mesmas funções do órgão real, incluindo a produção de proteínas, a secreção e o armazenamento de substâncias, conforme descrito no artigo publicado na revista Biofabrication.

Para a criação do fígado, os cientistas do Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) combinaram diferentes técnicas de bioengenharia com bioimpressão 3D, permitindo que o tecido criado pela impressora mantivesse as funções hepáticas por mais tempo que o registrado em tentativas anteriores.

O segredo está no método de inclusão das células na biotinta, usada para formar o tecido durante a impressão, de acordo com Ernesto Goulart, um dos autores do estudo. Elas foram agrupadas mantendo a funcionalidade do órgão por maior tempo, evitando a perda progressiva do contato entre as células, um problema recorrente na bioimpressão de tecidos humanos.

A impressão do órgão demorou apenas alguns minutos, e após essa etapa ele passou por 18 dias de maturação. Todo o processo de criação do minifígado em 3D, desde a coleta do sangue até a geração do tecido funcional, durou cerca de 90 dias.

Alternativa ao transplante de órgãos: O procedimento de impressão de órgãos em 3D tem sido cada vez mais praticado em todo o mundo, podendo se tornar em breve uma alternativa ao transplante de órgãos, acabando com as longas esperas pela doação de órgãos.

Em entrevista à Agência FAPESP, a coordenadora do CEGH-CEL e coautora do artigo, Mayana Zatz, disse que ainda há um longo caminho até a produção de um órgão completo na impressora 3D, mas o caminho é muito promissor. Segundo a pesquisadora, em um futuro próximo será possível pegar a célula do próprio paciente e reprogramá-la em laboratório para a criação do órgão artificial, o que em teoria acabaria com a chance de rejeição.




005- A partir de informações coletadas pela sonda Cassini, da NASA, cientistas da agência espacial norte-americana e da europeia, ESA, conseguiram criar o 1º mapa geológico global de Titã, a maior lua de Saturno, e identificar a existência de grandes quantidades de material orgânico no satélite. Você pode conferir o resultado do mapeamento a seguir, mas, embora o trabalho dos astrônomos seja notável, o importante é que a presença dessas substâncias reforça a esperança de que um dia sejam encontradas formas de vida por lá.

Lua saturniana: O mapa que você acabou de ver foi produzido a partir de uma variedade de dados coletados pela Cassini ao longo da mais de 1 década que a sonda passou estudando Saturno e suas luas. No caso de Titã especificamente, o satélite é o segundo maior do Sistema Solar – vindo apenas depois de Ganimedes, de Júpiter – e o 9º maior astro da nossa vizinhança cósmica, tanto que passa (em tamanho e não em massa) de Mercúrio.

Com relação aos materiais orgânicos identificados na lua saturniana, Titã abriga grandes quantidades de compostos baseados no carbono – elemento indispensável para a existência de vida (como conhecemos) – e eles possuem papel predominante nas dinâmicas que rolam no satélite. Com exceção da Terra, essa lua consiste no único astro do Sistema Solar onde se sabe que existem líquidos estáveis em sua superfície, na forma de lagos e oceanos. No entanto, não se trata de corpos compostos por água.

Gases líquidos: Enquanto aqui no nosso planeta lagos, rios e mares são abastecidos – de uma forma ou outra – pela água da chuva, em Titã existem nuvens carregadas de hidrocarbonetos como o metano e o etano, por exemplo. Na Terra, esses compostos são naturalmente gasosos, mas, na lua de Saturno, onde as temperaturas rondam os – 180 °C, eles são líquidos e “chovem” sobre a superfície do satélite.

Segundo o mapeamento realizado pelos cientistas, apesar de as chuvas de hidrocarbonetos serem registradas por toda a lua, elas são mais frequentes nos polos e, portanto, é nessas áreas que se concentram as maiores quantidades de lagos e mares.

Isso significa que a região equatorial e latitudes próximas em Titã são mais “secas” – e 65% de sua superfície consiste em planícies cobertas de material orgânico, enquanto 17% é formada por dunas compostas de metano congelado. Além disso, cerca de 14% da superfície da lua apresenta montes e montanhas – provavelmente formadas por porções expostas da crosta congelada de Titã.

Sobre a possibilidade de esse curioso ambiente servir de lar para organismos vivos, aqui na Terra existem bactérias que sobrevivem exclusivamente a partir de hidrocarbonetos e água. Assim, os cientistas que criaram o mapa teorizam que, se os materiais orgânicos da superfície penetrarem através da superfície e chegarem até os mares e lagos subterrâneos, onde as temperaturas são um pouco mais elevadas, eles poderiam muito bem servir como fonte de nutrientes para organismos que possam ter evoluído em Titã.

Sim, tudo não passa de especulação de momento e teremos que aguardar até 2034, quando a missão Dragonfly será lançada e o drone que está sendo projetado para investigar se existe vida na lua de Saturno faça seu trabalho. Mas que seria incrível descobrir que a Terra não é o único local a abrigar seres vivos, seria! Você não concorda?




006- A fabricante japonesa Toyota apresentou nesta quinta-feira (21/11/2019) um novo robô que ajuda na reabilitação de pessoas com dificuldades de locomoção. Ele deve ser usado em clínicas e hospitais, mais especificamente no tratamento de quem sofreu derrames ou outros problemas de sáude que causam paralisia dos membros inferiores.

O equipamento se chama Welwalk WW-2000 e não inclui apenas as pernas mecânicas, que funcionam como uma espécie de exoesqueleto. Ele também tem uma esteira, um monitor para uso do profissional da saúde e uma tela para o paciente. Nesse display, além de um relatório com o andamento da sessão, jogos são exibidos para "gamificar" a experiência do exercício e gerar a sensação de recompensa a cada novo passo dado.

O nível de dificuldade da caminhada é ajustada de acordo com o desempenho, e as configurações são modificadas em tempo real caso o ritmo dos passos seja irregular.

O Welwalk WW-2000 é uma evolução de um modelo já à venda desde 2017, o Welwakr 1000. Ele pode ser encomendado por estabelecimentos especializados por 23,5 milhões de yens (o equivalente a R$ 914 mil em conversão direta de moeda), sem levar em conta os custos com manutenção.




007- Um grupo de cientistas da Universidade Northwestern está trabalhando no desenvolvimento de uma "pele artificial" que permite recriar contato físico em realidade virtual. Com a tecnologia, é possível dar abraços e realizar outras interações em ambientes digitais. Em tese, é algo parecido com o que vemos no filme Jogador N° 1, de Steven Spielberg.

O tecido é feito de um material especial flexível que pode ser colocado no corpo e gera vibrações na pele para simular reações táteis. O dispositivo que está sendo testado atualmente tem cerca de seis polegadas, funciona sem fio e possui 32 sensores para recriar o toque de forma digital.

"Estamos expandindo os limites e capacidades da realidade virtual e aumentada", comentou Yonggang Huang, co-autor do estudo, para o Daily Mail. "Em comparação aos olhos e os ouvidos, a pele é uma interface sensorial relativamente pouco explorada e que pode melhorar significativamente as experiências."

Evolução para próteses: Além de gerar grandes avanços para a realidade virtual, a novidade também promete trazer evoluções no campo da medicina. Os criadores da pele artifical também indicam que o sistema pode ser utilizado para ajudar pessoas que utilizam próteses a ter sensações táteis. Como o material é flexível, a tecnologia se adapta ao formato da parte do corpo e garante um reconhecimento mais preciso na hora da simulação.

"A sensação de toque é muito importante", disse o pesquisador Christof Lutteroth, explicando que o retorno tátil pode ser útil até mesmo em situações cotidianas, como abrir uma porta no frio ou manipular objetos quentes. Os pesquisadores pretendem, inclusive, trazer simulação de temperatura para a pele artificial, o que deixará a tecnologia ainda mais imersiva e, consequentemente, próxima da realidade.




008- Maxwell Smart tinha apenas 9 anos quando a Segunda Guerra Mundial iniciou, em 1939. Ele e sua família vivam na cidade de Buczacz, que na época era parte da Polônia. Em 1941, os nazistas dominaram o local e o pai de Maxwell foi morto. Depois disso, em 1943, ele, sua mãe e sua irmã estavam prestes a serem levados do gueto onde estavam presos quando, por insistência de sua mãe, o menino de apenas 13 anos fugiu.

Sobrevivendo ao Holocausto: Para sobreviver, ele montou um esconderijo na mata onde cavou um abrigo na terra para se esconder das tropas alemãs e ucranianas que procuravam judeus. Depois de passar meses sozinho, Maxwell encontrou Janek, outro menino que tentava sobreviver na floresta, e os dois se tornaram companheiros de sobrevivência. 

Um dia, após ouvirem disparos, os meninos encontraram os corpos de sete judeus, porém, do outro lado de um rio alguém ainda estava se mexendo. Então, eles atravessaram as águas congelantes para tentar ajudar. Quando chegaram ao local, encontraram uma mulher que estava morta, mas junto dela havia um bebê que não havia sofrido nenhum arranhão.

Eles levaram a bebê para o acampamento, mas sabiam que ela era um perigo à sobrevivência dos três. Então, Smart saiu em busca de alguém que pudesse acolhê-la. Na floresta, ele encontrou uma mulher que reconheceu a menina como sua sobrinha e a levou consigo.

A morte do amigo: Infelizmente, depois de atravessar o rio congelante, a saúde de Janek, que já estava debilitada pela desnutrição, piorou e ele faleceu. Quando Smart chegou ao acampamento, encontrou o amigo morto. Em entrevista à BBC, o sobrevivente do Holocausto disse que até hoje não conseguia aceitar a morte do companheiro de esconderijo: “Aquela foi a maior perda da minha vida. Aquele menino era uma ajuda tão grande para sobreviver à guerra. Minha mãe se foi, minha irmã se foi, meu pai se foi. De alguma forma eu aceitei isso. Eu ainda não consigo aceitar a morte de Janek”.

Ele disse ainda que se sentia culpado pela morte do amigo, pois havia convencido Janek a atravessar o rio gelado para salvar o bebê sem nem mesmo saber se a criança havia sobrevivido. 

O reencontro com a bebê salva por eles: Até este ano, Smart não sabia qual tinha sido o destino da bebê que ele e o amigo salvaram. Mas a documentarista Rebecca Snow resolveu contar a história de Maxwell e outros dois sobreviventes do Holocausto em um documentário chamado Cheating Hitler (Enganando Hitler, na tradução) exibido pelo History Channel do Canadá.  

Então, graças à produção do filme, Maxwell reencontrou a menina que ele e Janek salvaram. Ela se chama Tova Barkai e vive hoje na cidade de Haifa, em Israel. Assim, finalmente Smart se sentiu menos culpado pela morte do amigo, já que a bebê que eles salvaram do Holocausto sobreviveu e pôde constituir uma família.




009- Uma nova montanha-russa 4D, com assentos que giram 360° durante todo o trajeto, promete emoções extremas para quem encarar o passeio com duração de pouco mais de 1 minuto. O conceito foi uma das novidades apresentadas na Expo 2019 da Associação Internacional de Parques de Diversões e Atrações (IAAPA, na sigla em inglês), realizada em Orlando (EUA).

Criada pela S&S — Sansei Technologies e batizada de Axis Coaster, a montanha-russa quadridimensional descrita pelo site Xataka como uma “incrível máquina de tortura” não é a mais alta, a mais longa nem a mais rápida do mundo. Porém, ela oferece sensações extremas ao desafiar a força da gravidade.

Ela se diferencia por ter os assentos interligados a um eixo que gira 360° horizontalmente, no sentido horário e vice-versa, e trilhos que se alternam, ou seja, podem ficar em cima, embaixo ou na lateral, dependendo da parte em que o trem estiver.

Trata-se de uma proposta inédita no segmento das montanhas-russas, mas por enquanto só existe um protótipo.

Tamanho e velocidade da montanha-russa 4D


O modelo construído pela S&S tem pista de 622 metros de comprimento e 33,2 metros de altura, contendo 3 trens, cada um deles com capacidade para levar até 12 passageiros para um passeio com duração de 78 segundos. A velocidade média é de 85 km/h, e a força da gravidade chega a 3,5 g.

A empresa levou 2 anos e meio para desenvolver o modelo 4D e oferece a possibilidade de fazer modificações no projeto para tornar o passeio menos radical, transformando-o em uma atração para toda a família.

De acordo com o Xataka, o Axis Coaster ainda não foi adquirido por nenhum centro de entretenimento até o momento, mas não deve demorar para que ele se torne realidade em algum parque de diversões por aí.




010- "No espaço, temos que usar a autonomia, porque uma vez lançado, não há como recuperar o robô. Na exploração dos oceanos, é fácil puxá-lo de volta e resolver o problema. No espaço, ele deve descobrir o que fazer por si só". Ao falar com a National Geographic, o cientista planetário e astrobiólogo Kevin Hand, referia-se ao BRUIE (acrônimo em inglês para Buyant Rover for Under-Ice Exploration), o pequeno rover da NASA que deverá explorar os oceanos gelados das luas do sistema solar, em busca de vida.

Hand e seu grupo de pesquisadores, levarão neste fim de ano o pequeno BRUIE para a estação de pesquisa australiana de Casey, onde ele será testado nas águas glaciais da Antártida (o mais próximo que existe na Terra dos mares de uma lua extraterreste). Depois do Alasca e do Ártico, o BRUIE será testado na Antártida.

Medindo 1 metro de extensão e equipado com rodas para rolar sob o gelo, o BRUIE vai coletar dados e capturar imagens da região onde a água e o gelo se encontram. O projeto visa conseguir um explorador aquático autônomo, resistente o bastante para mergulhar em oceanos gelados e navegar sozinho sob capas de gelo com até 20 centímetros de grossura.

Procurando vida na Terra: Segundo o engenheiro-chefe da missão, Andy Klesh, "Descobrimos que a vida também está entre a água e o gelo e é aí que ele se prende, usando a água mais densa abaixo para sustentá-lo. Além disso, ele pode se desligar sozinho, voltando à atividade somente quando for preciso".

Na Antártica, a NASA vai testar o conjunto de instrumentos do rover e mais as duas câmeras de alta definição para streaming. O objetivo é fazer com que ele fique submerso por meses, navegue remotamente e explore águas profundas.

Um fator, porém, não pode ser testado: "Sabemos como detectar vida na Terra, mas lá fora, o caso é outro", disse o engenheiro mecânico do projeto, Dan Berisford.




A natureza tem muitos mistérios que ainda surpreendem até mesmo aos cientistas da área. Algumas características dos animais encantam a todos, como é o caso da transparência.

Esses animais exóticos podem ser encontrados na água, na terra e no ar de vários lugares ao redor do mundo. No texto você poderá conhecer alguns dos animais transparentes e entender um pouco o porquê deles serem assim!

Por que alguns animais são transparentes?

Todos os animais que evoluíram para a transparência, têm em comum a questão da sobrevivência como explicação central. Alguns deles precisaram dessa características para evitar predadores, sobreviver às baixas temperaturas, ou ainda, atrair presas.

Alguns deles possuem o corpo quase todo transparente, sendo apenas os olhos opacos ou alguns órgãos. Separamos uma lista com 10 desses exóticos animais, conheça:

 

Cirurgião-patela:

O Paracanthurus hepatus é popularmente conhecido como cirurgião-patela. Essa é a espécie da Dory, personagem da Pixar. Em sua primeira fase de desenvolvimento, esse peixe é parcialmente transparente.

 

Caravela-portuguesa:

Esse é um dos cnidários mais comuns das regiões tropicais. Com o nome científico de Physalia physalis, esse animal possui uma picada tóxica e dolorida.

 

Borboleta-de-asa-de-vidro:

Também conhecida como Greta Oto. Essa espécie é típica da América Central. As suas asas transparentes são uma forma para se camuflarem.

 

Caracol da concha transparente:

Além do corpo transparente, esse caracol também possui essa característica na concha. Seu nome científico é Zospeum tholussum e é encontrado em cavernas na Croácia.

 

Rã de vidro:

Encontradas na América do Sul e Central, as rãs de vidro são da espécie Hyalinobatrachium dianae. Seu abdômen é completamente transparente, deixando expostos seus órgãos internos.

 

Groselha do mar:

A Pleurobrachia pileus é parecida com uma bola de vidro e vive em mar aberto.

 

Camarão-fantasma:

Esses crustáceos em geral são transparentes. São mais de 40 espécies diferentes vivendo em lagos e rios. De tão translúcidos é possível ver as ovas e alimentos dentro deles.

 

Cystisoma neptuni:

 

Seu corpo quase todo transparente, com exceção do estômago e os olhos.

 

Água-viva imortal:

A Turritopsis dohrnii, além de transparente, é considerada imortal, pois tem a capacidade de retornar ao seu primeiro estágio de vida.

 

Polvo-de-vidro:

O Vitreledonella richardi possui apenas os olhos e sistema digestivo opacos.